quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Indicação de Livro: O Quarto - Emma Donoghue


Olá gente linda e adorada, tudo bem?
Bom, hoje começo uma nova seção aqui no blog, algo que já queria ter feito a muito tempo: indicar livros que eu ja tenha lido e que de alguma forma tenham me influenciado, seja na vida pessoal, profissional ou qualquer outra vida que eu tenha [?]
Para inaugurar essa seção, vou falar de um livro que eu li recentemente, e que não consigo esquecer desde então. Lembro pelo menos umas 3x por dia. Sério. Ele veio para reforçar algo que eu já sabia: há duas coisas no mundo que os irlandeses (♥ s2 <3) fazem divinamente bem: música e literatura. Eles são sensacionais. Este livro é de uma irlandesa chamada Emma Donoghue, e é completamente fantástico!
Nossa história de amor começou na biblioteca da faculdade, lugar que tenho ido com frequencia, mas nunca atrás de livros técnicos, rs. O Renan (s2) pegou esse livro e me deu, assim, despretensiosamente. Só quando cheguei em casa foi que vi que a autora era irlandesa. Comecei a ler e não parei mais, mal dormi aquela noite. O livro era muito intenso, nervoso, acelerado! Mas ao mesmo tempo era doce, meigo, inocente. Contarei um pouco sobre ele sem estragar a experiência alucinante de lê-lo:
A trama se desenvolve ao redor da vida de Jack, um garoto que acaba de completar 5 anos e vive trancado no quarto com a mãe desde que nasceu - aliás, nasceu ali dentro - e para protegê-lo, ela cria um mundo próprio, onde só eles existem. Eles e o Velho Nick, o homem que aparece todas as noites quando a mãe o tranca no guarda roupas e faz a cama ranger diversas vezes. Jack acredita que as coisas que existem no "lá fora" ficam flutuando no universo, e muitas delas só existem na TV. Para que ele se desenvolva e cresça como uma criança normal, a mãe cria diversas atividades que executam juntos durante o dia, como as orações, os desenhos, os exercícios e a leitura.
Um dia, a mãe resolve contar a Jack que o mundo existe... e aí a trama começa a esquentar! Atitudes desesperadas, planos minuciosamente elaborados e fé - muita fé. Será que o menino e sua mãe conseguirão fugir? O que vai acontecer com eles lá fora? Jack é totalmente dependente da mãe, como sobreviverão no mundo de verdade?
Quando eu vi que a estória estava tomando um rumo e notei a quantidade de páginas que ainda faltavam, pensei: mas como?? E aí a autora me surpreendeu mais uma vez... e assim como na vida, o livro continua em páginas ainda mais delirantes.
O Quarto é aquele tipo de livro que faz você refletir sobre a sua vida e sobre como é a vida das outras pessoas. Em dados momentos da mãe com a criança, e sua constante tentativa de tornar a clausura "normal" para ele, e suportável para ambos, a estória me lembrou A Vida é Bela, filme que acho fascinante.
Creio que vocês, queridos amigos que frequentam este blog, vão simplesmente amar o livro, assim como eu o amei desde a primeira página.

Aqui vai uma sugestão de onde comprá-lo: Estante Virtual



Emma Donoghue é irlandesa, diva, talentosa e tímida. Nascida em Dublin, em 1969, já ganhou diversos prêmios. Possui vários livros, entre eles "A Carta Selada", "Assuntos Delicados", "Separáveis" e "Paixões entre Mulheres".
O Quarto foi o livro que a projetou para o mundo, e é quase palpável a emoção transcrita em suas páginas.



Já leu o livro? Quer fazer uma indicação? Sugestão? Comenta aí embaixo e compartilha com a galera!

6 comentários:

  1. Irlandeses também jogam rugby muito bem, true story!

    Hahahaha, se a trama lembra A Vida é Bela, então eu vou entrar em crise quando ler, porque aquele é um dos melhores filmes que eu já vi :~

    Valeu pela indicação Thata, estava procurando algo pra ler depois da minha fase palahnikiana, hehehe.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Realmente parece muito bom... logo vou pegar na biblioteca tbm rs

    ;)

    ResponderExcluir
  3. Olá! Sabe responder-me a uma questão? Gostaria de saber se "Assuntos Delicados" é uma tradução sua do título, ou se existe uma tradução oficial para português do Brasil com esse nome. Esta informação é da maior importância para mim.

    Obrigada.

    abraço,

    Teresa C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teresa, boa noite, desculpe a demora em responder. Então, Assuntos Delicados foi uma tradução que achei no google... como não encontrei o livro, não sei te dizer se é o título pelo qual foi lançado :/

      Excluir
  4. Que história intensa! Mas deu vontade de ler porque você comparou com A Vida é Bela, um dos meus filmes preferidos no mundo todo *-*

    ResponderExcluir