domingo, 4 de abril de 2010

Promoção "O Criador de Destinos" Gavetas Reviradas



Olá meus queridos e fiéis leitores desse humilde blog! Mais uma promoção entrará no ar hj, e terminará dia 07/05, primeira sexta-feira de maio, impreterivelmente (adogo) às 23:59. O Prêmio dessa vez será um livro "Ecos da Alma", antologia poética da Andross Editora lançada em fevereiro, a qual faço parte. Nossa primeira promoção foi um sucesso, e a nossa vencedora por sorteio, Bruna Mara, recebeu o livro rapidinho e nos mandou fotos. Ela vai deixar uma síntese do que foi ganhar o concurso nos comentários desse post.
Bom, essa promoção vai ser diferente da outra, e vai instigar as habilidades literárias de vocês. Ahá! Quantos de vocês, lendo algum conto, crônica, ou até mesmo poema não pensaram: ahh, eu faria diferente!! ou ainda: Mas o final poderia ser assim, né??? Pois bem, chegou sua vez. PROMOÇÃO O CRIADOR DE DESTINOS GAVETAS REVIRADAS.

Regulamento:

- Postarei aqui o conto e deixarei o final livre, pra que vc o complemente, em até 15 linhas no blog.
- Vocês devem postar como comentários neste post, e na data limite, eu e a Bruna Mara escolheremos os 3 finalistas, e deixaremos a votação do melhor em aberto até o dia 21/05.
-Dia 22/05 publicaremos o conto finalizado com o desfecho escolhido e os dados do ganhador, e enviaremos o livro no 1º dia útil após a divulgação.
- Não divulguem opiniões sobre os finais propostos no blog durante a promoção, deixem isso para a votação.
- É permitido 3 postagens com finais por autor
- O autor deve, obrigatoriamente, estar seguindo o blog
- Sejam criativos, inventem, viajem, inspirem-se e produzam!!

Boa sorte a toooooooooooodos os Reviradores de Gavetas!!!

O Criador de Destinos

Eis que me vejo sentado sobre a cama. Cabeça baixa, carta nas mãos caídas. Tudo em mim era nulo, e eu já não sabia sentir. Ler aquelas linhas tinha sido como arrancar o coração à faca, e agora eu só sentia a dor que me preenchia. Como pode ela fazer isso comigo? Como pode ser fria ao ponto de não dizer adeus olhando nos meus olhos? Comecei a pensar então que tinha sido fraqueza e não frieza a domina-la. Sempre pensamos no que é favorável a nós. Sempre tentamos remediar a dor e causar menos sofrimento.
Comecei então a dar voltas pela casa. O cheiro, a cor, a textura, o tom, o som, tudo me lembrava ela. Era ela impregnada em cada canto da casa, de mim. Passei a crer então que aquela dor atendia pelo nome dela, e só ela seria capaz de tirá-la de lá. Nossa cama, antes tão agitada, agora era somente um mar de lençóis desfeitos... assim como meus sonhos...
E então eu me levantei e corri pra janela e tentei sorver o ar que corria por entre as folhas das árvores. Copas que atingiam nossa janela no segundo andar. Tudo era saudade. Tudo era desilusão. Até o céu era cinza, refletindo minha alma. Viver era pesado demais pra mim. Pensei em subir no terraço e me jogar de lá. 50 metros fariam um estrago no meu corpo de 1,78. Queria que ela soubesse o quanto doía perdê-la. Queria que ela sentisse a dor de me perder pra sempre... por culpa dela... e então o maldito medo me pegou de novo. Sou covarde pra morrer
Abri então o armário do banheiro. Os remédios que faziam-na dormir ainda estavam lá. Pensei em tomar as 4 caixas, de uma vez, e sentir meu estômago explodir, mas de novo, tive medo. Pensei em facas, giletes, álcool, veneno de rato. Nada parecia tão eficaz e rápido. Por que eu não tinha uma arma? Pensamentos são traiçoeiros quando se tem medo, quando se junta no coração amor, mágoa e dor. Eu sentia tudo isso.
Resolvi que iria pra rua, esvaziar-me dela, fazê-la sair pelos poros com o suór de uma corrida, com a massa de um vômito depois do porre. Desci correndo as escadas...

AGORA É A SUA VEZ!! LEMBRE-SE, 15 LINHAS! ATENTE PARA O QUE JA FOI DITO E PARA A TEMÁTICA DO CONTO. CRIE O SEU FINAL E CONCORRA AO LIVRO!!!

BOA SOOORTE!!!

e pra quem quiser o banner pra divulgar, pode pegá-lo aqui
Update1: o limite foi alterado pra 20 linhas, já que bastante gente tava reclamando que 15 era pouco, e não querendo desrespeitar quem já respondeu, tô colocando só 5 linhas a mais.


18 comentários:

  1. Olá pessoas,
    eu fiquei muito feliz em ter ganho a primeira promoção, e digo que o livro que recebi é ótimo, e confesso que achei que fosse pegadinha quando vi meu nome como ganhadora pq eu nunca ganho nada nem fogareiro usado em bingo da igreja *maldito numero 61*,e só me toquei depois que vi o video do sorteio que alias o suspense feito pela mocinha lá é ótimo!!!
    E como citado acima eu recebi o livro rapidinho, ta que eu quase ataquei um carteiro por causa da ansiedade mas tudo bem, rsrs

    Bem vou ficando por aqui, desejo a todos Boa Sorte!!!!


    beijinhos e participem!!!!

    ResponderExcluir
  2. Muito criativa a nova promoção. Vou participar!

    amarilo

    ResponderExcluir
  3. ...sai correndo pela rua, queria encontrá-la. Mas o meu desejo era tão grande que em um cruzmento eu não prestei a atenç~so, olhei para o lado errado da rua e fui atropelado, afinal estava morando em Dublin me esqueci que o tráfico é na mão contrária. Fui inconsciente para o hospital. Quando recobrei a conscieência e abri lentamente os olhos, vi uma imagem se formar a minha frente...imensos olhos azuis ilumavam uma face rosada coberto por lindos cabelos ruivos. Pensei que tivesse morrido de fato e que estivesse no céu...a agonia que sentia antes ao ler as cartas estavam se dissolvendo em minha mente. Queria saber quem era.

    ResponderExcluir
  4. Menin adoooooorei essa promoção. Muito bacana mesmo. Parabéns....
    Vou ensar em mais dois finais.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  5. MANAA, adorei a idéia!! Master mega ultra power criativa (y). Vou fazer um final e vou dar um jeito de encaixar minha Gaguinha leends no meio HAUAHAU -QQQQ

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. ...mas voltei. Algo me prendia naquele apartamento, talvez o cheiro dela que ainda pairava no ar.A sensação de inquietação,de ir e vir, de morrer, sair correndo, estavam me dopando.Voltei! Sentei-me no sofá. Liguei a TV, passava o jogo do meu time do coração. Mas nem isso prendia a minha atenção, meus pensamentos estavam nela.Fiquei mudando os canais. Meus dedos pareciam que tinham criado vida. Coloquei o dvd de nosso casamento e fiquei assistindo. Perdi a conta de quantas vezes voltei a cena que mostrava o seu sorriso. Como poderia me conformar? Chorei.Para encontrá-la teria que morrer, mas qual a certeza disso? A incerteza e o medo amenizavam o meu desejo insano.

    ResponderExcluir
  8. mas não consegui continuar, voltei para o quarto, as lágrimas caiam e eu não conseguia controlar, estava desamparado sem saber o que fazer. Queria que o mundo acabasse naquele momento, queria gritar até que minhas cordeas vocais se rompessem. Mas o medo não me deixava agir. Nada mais tinha razão, nada mais fazia sentido. Procurei por algo que não iria encontrar, mas não podia simplesmente me conformar, ela estaria presente em todos os meus pensamentos. Seria uma tristeza constante ter que viver daquela forma, tudo seria prejudicado, não tinha como esquecer nem tinha como acabar com tudo. Então decidi que no dia seguinte eu iria continuar a viver, ela devia ter seus motivos, e talvez acabar com a minha vida fosse um deles. Com minha vida ela não acabou, mas minha vontade de viver se foi.

    ResponderExcluir
  9. Jesuisssss! Falta pouco tempo..r.s....preciso correr!

    ResponderExcluir
  10. Eu ja tinha vindo até aqui.
    *--*

    Seu blog é lindo. =p espero que a promoção seja um sucesso.

    ResponderExcluir
  11. mas ela não iria sair da minha cabeça, não adiantaria o que eu fizesse eu não conseguiria perdoá-la. Nas escadarias as luzes se apagam,uma falha de energia, podia sair de lá, mas foi no escuro que consegui refletir. O culpado no fundo era eu, como pude ser tão egoísta, um ser humano não pode querer dominar outro e manter este com rédeas, e era isso que eu estava fazendo...eu a privei de tudo, chegou ao ponto de ser necessário rémedios para dormir, eu nunca me preocupei, nunca dei o devido valor e agora que ela me deixou eu percebo o quão ciumento e mesquinho fui. Nunca dei a devida importância para aquilo que me circunda. Tão despresível que um medo pode me superar, agora eu percebi... este aqui não é meu lugar, eu pensava que existia para alguém, para quê medo? No fim só serei um vazio na vida de todos, um vazio nulo e esquecido.

    ResponderExcluir
  12. chegeui no bar tomei tudo que podia, então vem um cara e me oferece algo novo, nem tinha ideia do que aquilo seria, aceitei. A primeira vez agente nunca esquece, é o que dizem, pelo menos nessa eu gostaria de não ter entrado. Nesse momento tudo estava acabado, entrei num mundo o qual poucos conseguem sair, estava viciado em drogas, e nem ao menos sabia quem eu era. Ao menos eu a esqueci, apesar de ter perdido casa, trabalho, perspectiva, tudo. Consequências de um coração partido.

    ResponderExcluir
  13. Kleber (KleCorr)1 de maio de 2010 22:53

    ...no intuito de procurar respostas para o suposto abandono. Caminhei a noite toda e tive como resposta a penumbra e o silencio sombrio. Avistei a enorme ponte pencil e não existei. Subi e do alto gritava pelo seu nome. O vento frio cortava meus labios e secava minhas lagrimas. Orava. Refetia. No descuido dei um passo em falso e escorreguei. Nesta fração de segundos em queda livre vieram as lembranças das juras de amor eterno. Abri os olhos. Aonde estou? Morri? Eis que estou em meu proprio quarto, após um pesadelo. Em minhas mãos uma garrafa de vinho vazia e a carta de despedida da amada relatando que descobrira minha traição. Espera, este sonho que tive é a realidade da minha propria vida covarde e egoista. Dou um suspiro. Como pude me fazer de vitima? Como pude magoa-la? Sou um verdadeiro hipocrita. Agora, consigo enxergar como dói o desprezo de um verdadeiro amor e o fato de conviver pelo resto de minha vida com o sentimento de culpa e solidão.

    ResponderExcluir
  14. ...
    Corri como uma lebre corre de um predador, meu fôlego quase não existia mais, minhas pernas estavam anestesiadas, e minha mente continuava pensando nela.
    Comecei então a gritar pelas ruas, igual a quem grita em um alto falante. E a única resposta que tive foi meu eco atravessando meus ouvidos. Não me importava o que iam pensar. Só a queria comigo seu abraço, seu perfume, seu cheiro, seus beijos, memoráveis, coisas das quais eu nunca vou esquecer.
    Como iria desistir do amor da minha vida? Não!! Era nossa felicidade que estava em jogo.
    Fui ao parque que sempre íamos. Lembranças, memórias, momentos, fixavam-se em minha mente.

    ResponderExcluir
  15. ...Deitei na grama, e admirando o luar sob qual costumávamos namorar apaixonados, fiquei imaginando-a ao meu lado.
    Cadê você? Cadê você? Lagrimas desciam pelo meu rosto, meus olhos choravam como uma cachoeira em queda a um rio.
    "Eu estou aqui" Ouvi sua voz suave, fechei os olhos, achei que estivesse sonhando. Abri os olhos, ela estava lá de pé me olhando de ponta a cabeça chorando. Meu coração estava a mil, lhe abracei forte, como se não a visse a meses, a anos, a décadas. Ela me disse “ta tudo bem, me desculpe, estou aqui”. Deitamos, e olhando as estrelas não precisamos dizer mais nada. Eu senti que ela fugiu de mim por medo, um medo que não existia. Ficamos ali por horas sem falar, mas com tamanha felicidade e segurança por estarmos juntos e dessa vez pra sempre. Ela me disse "Eu te amo". Eu respondi com a maior felicidade do mundo "Eu também, pra sempre".

    ResponderExcluir
  16. ...e sai pela rua como se estivesse perdido, sem rumo certo. Senti sua ausencia,calei minha voz, perdi meu destino, olhei e apenas segui. Percebi que já não existia nós, foi engano só meu. Sentei-me a beira do asfalto, minhas lágrimas não consegui controlar. Apenas chorei, levantei e tentei seguir para buscar nas estrelas o brilho que encontro nas lágrimas da minha alma. Se paixão é ilusão e querer, passaria ela de um sonho? Olhando ao redor e pra dentro de mim, margens opostas. Buscando voltar ou seguir, o imaginar ou o sentir. Naquele momento, já era quase impossível definir se os amores são tão imperfeitos e impossíveis sempre. Mas é difícil supôr que este meu amor encontrará uma resposta afirmativa, algo além do sonho de ainda tê-la pra mim. Agora,tudo aquilo que valeu a pena, mora dentro dessa tristeza, que dorme serenamente dentro de mim, silenciosamente. Naquele momento, estava sentindo tudo sem se ter vivido nada. Só lembranças é o que tenho do amor que um dia tive, amor esse que já não existe, que faz surgir recordações do passado que resiste, insiste em me fazer chorar. Aqui me calo e busco respostas...

    ResponderExcluir
  17. Depois que saí correndo, resolvi dar uma parada, quando notei que estava com uma leve falta de ar.
    Olhei para um lado e para o outro e fechei meus olhos, tomando fôlego. Cansado...Cansado... Era como eu me encontrava naquele momento.
    Notei que em meu bolso traseiro havia uma nota de dez reais, e já estava escuro e frio. Caminhei mais um pouco e logo encontrei um pequeno bar, estilo pub.
    Talvez beber fosse a melhor solução encontrada no momento.
    Entrei lá e o ambiente caloroso imediatamente me contagiou, e milagrosamente me senti muito melhor.
    O local possuia luzes claras, e as risadas das pessoas misturaras com a música faziam uma bela combinação. Entrei no pub com vontade de tomar um porre,esquecer da vida, talvez até cometer uma loucura. Mas ao ver as feições alegres das pessoas e o som de suas risadas, resolvi me sentar e pedir um café.
    Então, prestei atenção na letra da música que tocava, dizendo '' Viva sua vida com braços abertos ...Hoje é o dia em que seu livro começa''
    E foi aquilo que me fez pensar na grande besteira que estava fazendo. Desistir de tudo, por uma coisa que não era o melhor para mim.
    Olhei para baixo, e sorri.

    ResponderExcluir